Série ‘Todas as Mulheres do Mundo’ estreia na Globo dia 2 de fevereiro

foto de cena
Paulo (Emilio Dantas) é um homem apaixonado pela liberdade, pela poesia e pelas mulheres. Por todas as mulheres do mundo. Em busca de um grande amor, ele é capaz de encantar-se por diversas vezes e se entregar por inteiro a cada relação, vivendo-a com a máxima intensidade. Arquiteto, morador de Copacabana, Paulo tem a paixão como combustível para a vida. Acredita firmemente que o amor alimenta sua alma de poeta e enxerga a essência de cada uma das mulheres com as quais se envolve. Mas é a paixão à primeira vista pela bailarina Maria Alice (Sophie Charlotte), numa festa de Natal, e todo desenrolar dessa relação, que conduz a série ‘Todas As Mulheres do Mundo’, original Globoplay, que estreia na programação da TV Globo no dia 2 de fevereiro, exibida às terças-feiras

A série faz uma homenagem à obra do autor, diretor e dramaturgo Domingos Oliveira, que morreu em março de 2019, aos 82 anos. A releitura foi criada e escrita por Jorge Furtado e Janaína Fisher e tem direção artística de Patricia Pedrosa. Adaptada aos dias de hoje, a história traz reflexões filosóficas sobre a vida, o amor e a morte com um humor inteligente e refinado, características marcantes do universo de Domingos. “A série é uma oportunidade para os brasileiros conhecerem a poesia de um grande artista”, afirma o autor Jorge Furtado. No elenco fixo estão Emilio Dantas, Sophie Charlotte, Martha Nowill e Matheus Nachtergaele. A série conta ainda com diversas participações ao longo dos 12 episódios, como Fernanda Torres, Felipe Camargo, Maria Ribeiro, Fábio Assunção, Maria Mariana, Priscilla Rozenbaum e outros nomes.

A cada episódio, o público acompanhará uma nova história de amor vivida por Paulo, que se apaixona por mulheres livres, inteligentes, intrínsecas e autênticas, sem nunca esquecer o seu grande amor: Maria Alice. A série também mostra a amizade de Paulo com Cabral (Matheus Nachtergaele) – um filósofo, romântico e sonhador –, e Laura (Martha Nowill), produtora cultural que decide ser mãe antes dos 40, mas logo percebe que não será fácil encontrar um pai para a criança. “A mensagem da série é de que as pessoas são muito interessantes em todas as suas maneiras. No jeito de ser, de pensar, de falar, de agir”, afirma Patricia Pedrosa.

‘Todas as Mulheres do Mundo’ é escrita por Jorge Furtado com Janaína Fischer, livremente inspirada na obra de Domingos Oliveira, com direção artística de Patricia Pedrosa, direção de Ricardo Spencer e Renata Porto D’Ave. A série será exibida às terças-feiras na TV Globo, a partir do dia 2 de fevereiro, após o ‘BBB 21’.

Veja também